29 de janeiro de 2013

CHOQUE COLETIVO TRISTEZA PROFUNDA


O Rio Grande do Sul está paralisado pela dor insuportável, 231 mortes confirmadas e 121  hospitalizados.
Santa Maria conhecida como * Cidade  Cultura * possui estudantes  também de outras regiões do Brasil  oriundos dos estados de  Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul.
Entre as vítimas,  a maioria estudantes  com idade entre 18 e 25 anos que estavam cursando  engenharia, medicina veterinária, agronomia, tecnologia de alimentos, pedagogia.
Lamentavelmente na lista aparecem dezenas de  jovens de origem veneta de inúmeras comunidades do interior do RS, entre elas:  Caxias do sul, Farroupilha, Parai, Marau, Bento Gonçalves, Erechim, Casca, Passo Fundo, Bagé,  São Marcos e principalmente dos municípios limítrofes  a Santa Maria, na 4ª colônia italiana do RS.
Jovens das famílias:  Baú, Dallagnol, Cassol, Romagna, Foggiatto, Pozzobon, Pozzer, Giacomelli, Pittol, Gatto, Brondani, Simeone, Dariva, Marostega, Ruggeri, Aita, Andreatta, Berleze, DaRin, Cecchin, Pellin, Viziolle, Parcianello, Trentin, Azzolin, Toniolo, Vendruscolo, Carabagiale,Fogiato, Donati, Steffanello Piovesan, Battistella, Callegari, Dal Forno, Salla, Callegaro, Antolini, Marconatto Uggeri e Saccol, e tantos outros  descendentes também pela linha materna.

Diana Corso hoje em ZH diz que: “ A morte de um filho é um milhão de  vezes mais insuportável que a nossa”.
Somente  os PAIS  possuem a medida  do sofrimento que dilacera nossas famílias, mas a solidariedade que é marca de nossas comunidades está presente como nunca e com toda força.
Transmito  em nome de toda  comunidade veneta do Rio Grande do sul e a pedido do governo do Vêneto - Italia, os mais sinceros sentimentos de  solidariedade a todas famílias vitimadas nesta tragédia.
César Augusto Prezzi
Consultore della Regione del Veneto
COMVERS -  Rio Grande do Sul.
 (+55 ) 54.99886200


Na região a comunidade veneta está  presente pelas seguintes  entidades afiliadas ao Comvers – Comitato Veneto do Rio Grande do sul e que pode prestar informações mais precisas sobre as familias:

Ente Vicentini Nel Mondo di Santa Maria
Santa Maria CEP:97.010-003-RS
Rua Venâncio Aires, 1.795-12
Pedro R. Baggiotto
bacontab@hotmail.com
( + 55)  55 81170061 55

Societá Amici D'italia Polesani Nel Mondo
São João do Polêsine-RS 97.230-000        
Av. São João, s/n
Mariade Fátima Giacomini
societa.polesine@gmail.com
( + 55)   55 9603 9251

Associazione Culturale Italiana di Sobradinho - ACISO
Sobradinho RS CEP:96900-000
Rua: Guilherme Lazzari nº 249, Casa - Centro
José Luiz Dalpisol
Mario Lazzari
dalpisol@viavale.com.br
lazzarigemellaggio@gmail.com
(0055 ) 51.3742-1541.       

AISMI - Associação Italiana de Santa Maria
Santa Maria-RS  97.050-001
Rua do Acampamento, 255
Isabel Cristina Dalcin Quirino
isadalcin@hotmail.com
( + 55) 55.  3221 4928 – 55. 8103-5176

SOCIETÁ CULTURALE ITALIANA DI FAXINAL DO SOTURNO - SOCIFS
Faxinal do Soturno -RS  CEP: 97.220-000
Rua 7 De Setembro, 790
 Edeno Luiz Bellinaso
societafaxinalo@gmail.com
( +55) 55.9903.3390

Alvirio Tonet
Presidente
COMVERS


INCENDIO IN DISCOTECA BRASILE: ASSESSORE VENETO EMIGRAZIONE


Comunicato stampa N° 122 del 28/01/2013
(AVN) Venezia, 28 gennaio 2013

L’assessorato all’emigrazione della Regione del Veneto sta seguendo attivamente la tragedia dell’incendio in una discoteca brasiliana che ha causato oltre 231 morti e moltissimi feriti.

“A Santa Maria e nel Rio Grande do Sul – dice l’assessore – si concentrano migliaia e migliaia di emigrati veneti e loro discendenti e purtroppo è possibile che alcuni siano coinvolti nella sciagura. Per questo ho immediatamente attivato il nostro consigliere diplomatico Stefano Beltrame che sta prendendo contatto con le autorità locali per verificare se e quanti nostri corregionali oriundi siano feriti o, peggio deceduti. Contestualmente, attraverso la nostra direzione regionale, abbiamo attivato i consultòri dell’area chiedendo loro di farsi parte attiva nella ricerca e nel contatto con le famiglie”.

“Una volta avuto il quadro esatto della situazione – conclude l’assessore – valuteremo in quale modo il Veneto potrà rendersi utile e ci attiveremo senza indugi”.